Seguir por e-mail

terça-feira, 15 de março de 2011

Amigos, amigos! Negócios a parte!

Fonte: http://aulasdeinglesgratis.blogspot.com/
Todos nós em algum momento de nossas vidas usamos essa expressão: "Amigos, amigos! Negócios a parte!", afinal misturar amizade com negócios pode dar um trabalho danado.

Infelizmente nem todo mundo pensa assim, e é aí que uma das relações mais bonitas dos seres humanos, a AMIZADE, vai por água baixo, porque o NEGÓCIO, pode falar mais alto.

As pessoas se esquecem que diante das situações, muda-se os papeis e que por mais amigos que se sejam, o que vai predominar é o papel mais importante para a situação, que no caso dos negócios será a função desempenhada: FUNCIONÁRIO, PATRÃO, LÍDER, EMPRESÁRIO, SÓCIO, CLIENTE... tudo menos AMIGO.

Eu sei que em determinados momentos a relação de AMIZADE acaba trazendo a relação de NEGÓCIO, mas é preciso saber separar muito bem os papeis, a pessoa pode ser um ótimo AMIGO, que fica horas conversando com você num churrasco, que te liga sempre que pode para saber como você está, que nunca brigou com você ou outros no jogo de futebol, que é padrinho/madrinha de um dos seus filhos, e tal; mas como cliente pode ser um mal pagador, como funcionário pode ser descomprometido, como sócio pode ser desorganizado e sem planejamento.

Portanto, se decidir dividir com um amigo um negócio, deixe bem claro que "Amigos, amigos. Negócios a parte!" e boa relação!

4 comentários:

  1. Amizade, no meu ponto de vista é uma palavra que sempre me faz imaginar uma faca, apontada diretamente para mim.Sim... É necessário criar um vínculo de tolerância. É necessário criar um clima descontraído para que as pessoas possam formar uma boa equipe. Mas o que existe em certas ocasiões, é a tão famosa fruta podre... Uma fruta podre só pode mesmo prejudicar e apodrecer todo o montante dentro do balaio. O que a gente nunca espera na vida é uma apunhalada nas costas, realizada por um sujeito falso e mentiroso. O desejo que a gente tem é de dar o troco. O palavra certa seria, destruir essa pessoa. Mas o melhor troco de todos é desprezo... Se você oferece a chance de alguém aprender algo valioso com você, e essa pessoa não aprende... Você tenta consertar o que está errado. Mas certas coisas não podem ser consertadas. Pois são provenientes de falhas no próprio caráter. Existe o bom e mau caráter... Esses dois tipos não se misturam. Infelizmente o sujeito mau caráter sabe se camuflar muito bem. Mas nem tudo está perdido. Existem amigos, que se tornam amigos ocultos, amigos que aprendem algo com você de um modo indireto até, e que percebem que você não é a fonte do mal. Pessoas que aprendem com tua mensagem num instante. Eu não sou o melhor dos homens. Eu nasci zangado. Sou rude, temperamental, mas eu sou extremamente controlado... Treinei a minha mente para agir com justiça. Eu posso brigar com um amigo, mas se ele realizou um trabalho comigo, ele receberá o que é justo. Eu acredito em Carma. E só luto mesmo para me proteger. Eu luto quando as outras possibilidades falham. O que mais me é valoroso é a proposta que eu tenho. A proposta de promover a Filosofia. Quer seja com a minha música, ou com os meus textos. Eu aprendi que a única forma de provocar reação no sentimento humano é construindo um caminho moralizante. Mas eu optei pela proposta de provocar um choque. Minhas letras são repletas de temperamentos dos mais diversos... Temperamentos direcionados para o sentimento e posteriormente, para a razão. Eu geralmente crio até mesmo sem querer, textos com duplo, ou até triplo sentido... Com isso eu afeto dois ou três tipos de mentalidades, tudo depende é claro, da tendência e do teor de cada pessoa.Eu sou um Antecipador. E desenvolvi essa técnica mental ao custo de um esforço extraordinário. Sou um pouquinho perturbado e de vez em quando, vertem dos meus olhos, lágrimas vermelhas. Isso não me importa muito. Tudo é uma consequência, um efeito colateral daquilo que eu procurei melhorar em mim. Eu sempre procuro não desistir dos meus amigos, tão poucos dos meus inimigos. Eu prefiro mais os amigos.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Santine. Adoro ver seus comentários nos meus textos. Você é intenso e me dá a sensação de que vê muito além do que as palavras do texto pretende atingir. Realmente, a amizade é um assunto profundo e nunca acabado, depositamos muitaz expectativas em nossos amigos e de repente percebemos que cometemos um engano. Ainda bem que existem mais pessoas de bom caráter do que de ruim, estatisticamente falando, mas os bons também erram, magoam, mentem, porém se arrependem, voltam atrás, pedem desculpas. Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Dani, é preciso mesmo ter um foco quando o assunto é trabalho e negócios. Acho que é possível essa união (amigo/negócio) dar certo, mas havendo critérios, decisões e ética no relacionamento. O melhor é não arriscar, mas se as pessoas forem bem disciplinadas, pode ser que dê certo. É complicada essa situação... Tema reflexivo. Excelente para alertar e evitar transtornos entre amigos.

    Abraços!

    @soniasalim

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sonia, bom te ter por aqui. Eu também acredito que com os objetivos bem definidos e as regras bem claras, amigos, trabalho e negócios podem andar juntos e ser uma ótima relação, mas se não... Obrigada! Boas relações!!! bjs

    ResponderExcluir

Vou adorar saber o que achou, comente!