Seguir por e-mail

sábado, 12 de março de 2011

Intimidade #1

Nas relações a intimidade nos permite muitas coisas, por exemplo: dizer o que pensamos sem preocupação de ser mal entendido, mal interpretado, afinal somos intimos e o outros nos perdoará com facilidade.

Entre pais e filhos, a intimidade nos permite contar segredos nunca antes revelado: "Então, ontem, mãe, eu saí com aquele carinha legal que te falei, e rolô, sabe? Aconteceu... transamos! foi irado..." E o pai: "Filha, eu e sua mãe não estamos nos dando bem e eu encontrei uma pessoa legal, e agora vamos morar juntos e tal... é sua amiga de infância, a Bia" \o/

Pois é, a intimidade é uma tanto quanto intrometida: "Oh, meu irmão, até semana passada essa república só tinha 5 moradores, de onde surgiu esses outros 10 moradores?"

E é um tal de "pum", "arroto", ir no banheiro de porta aberta, comer na sala, vestir cueca furada e camiseta rasgada... uma lista de coisas que não faríamos sem a intimidade.

Para ilustrar esse intimidade, segue um vídeo: