Seguir por e-mail

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Pai, Começa o Começo!

Um velho amigo, Anderson Zambonato, volta e meia, me envia um texto reflexivo e eu adoro dividir com os amigos. Segue abaixo um deles, bem interessante para quem gosta de pensar na importâncias das relações.

http://fundacoessanepar.blogspot.com/
Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”.

O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.

Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras.

Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.

Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......

Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.

Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:

“Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você. Não sei que tipo de dificuldade eu e você encontraremos pela frente. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”.

Autor: Desconhecido

Começar não é fácil, mas ter determinação para continuar descascando nossas tangerinas é mais difícil ainda. Permanecer firme na conquista de um objetivo exige muita motivação! Então, tenha fé!
 

domingo, 19 de junho de 2011

No dia seguinte!!!

http://estiloalternacena.blogspot.com/
Nada melhor do que o Dia Seguinte para refletir melhor a relação, pois no calor da emoção acabamos tomando decisões precipitadas, dizendo coisas "da boca pra fora" que não gostaríamos de dizer de verdade.

No Dia Seguinte a gente também se arrepende, do excesso de alcóol, do beijo não dado, da briga na hora errada, da cantada não dada ou mal dada, do jeito que falou ou do que não falou.

Muitas coisas não devemos deixar para o Dia Seguinte, a oportunidade de dizer eu te amo, de olhar nos olhos, de sorrir, de amar...

Tudo No Dia Seguinte parece diferente, o tempo transforma, torna tudo mais claro e assim fica mais fácil tomar uma decisão, terminar a relação ou dar uma nova chance a vida.

O que eu sei é que No Dia Seguinte a dor de cabeça sempre aparece depois de um porre, os amigos telefonam para saber se está tudo bem, a família ainda continua por perto, a lembraça daquele beijo é intensa, a vergonha de ter passado dos limites é maior do que imaginava...

No Dia Seguinte o que importa mesmo é continuar de onde parou, talvez até recomeçar, levantar a cabeça e dar a volta por cima!!!

Bom Dia Seguinte para todos!!! bjs

domingo, 12 de junho de 2011

Namorando...

Em pleno Dia dos Namorados, não poderia deixar de dar a minha opinião sobre esse assunto tão gostoso de discutir.

Com certeza cada casal tem o seu jeito de Namorar, mas algumas coisas se repetem em todas as relações.

O Primeiro Encontro
http://murall.com.br/
Não importa se foi programado ou se foi por acaso numa festa, mas o primeiro encontro é um momento mágico que nunca se esquece. É nele que o coração começa a reconhecer o outro de maneira especial.

O Olho no Olho
http://edllima.blogspot.com/
O olhar conta muitas coisas, é uma linguagem não verbal que os casais gostam de utilizar para mostrar amor, verdade, confiança. Quem olha nos olhos é seguro do relacionamento.

O Toque
http://amoresdatunisia.blogspot.com/
O toque é algo que demonstra a intimidade do casal, com o tempo na relação ambos conseguem identificar lugares no corpo do outro que se forem tocados provocam prazer.

As Brigas
http://www.blogers.com.br/
Claro que brigar não é prazeroso, nem é desejável pelos casais, mas ela pode provocar uma boa discussão da relação e no final, o "ficar de bem" é uma delícia. Então, há quem diga, que nada melhor que uma briguinha para dar um toque na relação.

Os Planos
http://sementes.cpweb0011.servidorwebfacil.com/
Por mais que a palavra casamento não surja nas discussões entre os namorados, principalmente quando estes são muito jovens ou estão no início da relação, os planos de ter uma família faz parte da vida da maioria das pessoas. Então, os casais começam a pensar em estabilidade financeira, casa, planos...

Como eu disse no início, cada casal tem seu estilo de namorar, uma coisa que eu acho muito gostosa no namoro é o SINCRONISMO, pensamos, desejamos e falamos ao mesmo tempo. Com certeza isso vem com o conhecimento do outro e com a vontade de estar fazendo o que o outro quer.

E para você, o que é mais gostoso no namoro?

Feliz Dia dos Namorados!!!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Amor à Primeira Vista?!?!

http://paraservirtuosa.blogspot.com/
Na enquete do mês de maio, questionei se as pessoas acreditam em amor a primeira vista. 15 pessoas participaram e 7 delas (46%) acreditam porque já viveram isso; 3 delas (20%) acreditam porque conhecem pessoas que já viveram um amor assim; 2 delas (13%) acreditam apesar de nunca terem vivido e nem conhecerem pessoas que viveram; 2 delas (13%) não acreditam apesar da pessoas dizerem que viveram; e 1 delas (6%) não acredita porque nunca aconteceu com ela.

Isso me mostra que a maioria das pessoas acreditam em Amor a Primeira Vista de alguma forma, mas será que ele é possível?

Acredito que sim, mas não sei se chamaria de Amor, quem sabe Paixão à Primeira Vista! Porque o Amor na sua forma "comum" me parece calmo, seguro, baseado na confiança, no conhecimento do outro, é construído com a convivência. Já o Amor/Paixão à Primeira Vista se apresenta puramente sensitível, químico, magnético, não é racional, não é lógico, é intuitivo, imaginário, fantasioso. É um sentimento baseado numa impressão que o outro nos passa, em algo que nos atrái demais, num conjunto do que queremos: beleza, cheiro, gestos, comportamentos. É como se o outro enviasse uma mensagem diretamente ao nosso coração: Eu sou o amor da sua vida! Geralmente ele acontece de maneiras e encontros inusitados, como se tudo conspirasse para esse sentimento.

Nem sempre esse Amor/Paixão à Primeira Vista é correspondido, mas quando acontece a sensação que se tem é de estar vivendo um "conto de fadas". Parece que a qualquer momento a fada madrinha lhe realizará o desejo de ficar com o outro para sempre. Mas, como todo "conto de fadas", até chegar ao grande "final feliz", muita coisa aparece pelo caminho, a princesa pode ser uma gata borralheira, o príncipe pode virar sapo, bruxas, madrastas, feitiços... não é nada fácil!!! Então, nesse turbilhão de emoções e acontecimentos o Amor/Paixão à Primeira Vista ou se tranforma em Amor de verdade, que perdoa, entende, aceita as diferenças, admira o outro como ele é; ou se transforma numa doente obsessão por uma "pessoa" que só existia na imaginação, no primeiro olhar, na primeira impressão; ou ainda se acaba da mesma maneira que iniciou, num "estalar de dedos".

Muitos de nós já viveu esse amor, talvez não demos a ele certo "valor", talvez não o percebemos como um Amor/Paixão à Primeira Vista porque não teve todo o "glamur", "estrelinhas", "suar das mãos", como muitos relatam ter acontecido. As vezes somos racionais demais para dar importância a um "bater diferenciado" do coração e então, não damos chance desse "amor" acontecer.

Muitos ainda irão viver isso e outros nunca saberão qual é a sensação, mas uma coisa é certa, a curiosidade dele ser possível vai fazer muitos ainda refletirem sobre ele!!!

E ai, Amor à Primeira Vista?!?!

Amor à Primeira Vistar - Jorge Aragão

  

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Amar é...

... curtir cada momento como se fosse o único e o último!!!

Cada pessoa percebe o que é AMAR de uma forma!


http://nanilatocheski.blogspot.com

http://www.casaconhecimento.com.br
http://alfarrabiodomeucoracao.blogspot.com
http://fabiolaegemada.blogspot.com
http://banquetedequimera.blogspot.com
http://dezinhaparaumameninacomumaflor.blogspot.com
http://jeanialima.blogspot.com
http://jacksonangelo.blogspot.com
http://cantinhoencantadodatiagi.blogspot.com
http://dezinhaparaumameninacomumaflor.blogspot.com
http://vivischiavetto.blogspot.com
http://manequim.abril.com.br
http://hridayamblogspostcom.blogspot.com
http://www.emule.com.br
http://www.fotolog.com.br
http://sentimentosamizadesamor.loveblog.com.br
http://sentimentosamizadesamor.loveblog.com.br
http://sentimentosamizadesamor.loveblog.com.br
E para você, AMAR É...